Dia dos Namorados: usando a conectividade para vender mais

Pesquisas apontam comportamento de compras para a data no período de isolamento social e ajudam varejistas a traçarem estratégias

03/06/2020 às 9:00

Um estudo conduzido pela Social Miner em parceria com o Opinion Box, em maio de 2020, aponta que 57,8% dos brasileiros pretendem comemorar o Dia dos Namorados. A celebração será realizada tanto por aqueles que já moram juntos quanto pelos casais que não estão se encontrando por conta do isolamento social e devem enviar presentes às casas dos parceiros.

Neste ano, o investimento deve variar entre R$ 51 e R$ 200 em compras online ou em lojas físicas.

Uma das grandes responsáveis por manter a movimentação do comércio é a digitalização. Desde o início do isolamento por conta do novo coronavírus, houve um aumento de 400% na abertura de lojas de e-commerce por mês. 

Neste artigo, você vai ver:

  • Vendas online em alta
  • Estratégias para o digital
  • Dicas para lojas físicas
  • Divulgação no Dia dos Namorados
Imagem de duas mãos segurando uma caixa de presente em formato de coração e flores amarelas ao lado para simbolizar o dia dos namorados.
Pesquisas indicam que mais de 57% dos brasileiros pretendem comprar no dia dos namorados. Foto: Freepik

As vendas online estão em alta

Como temos observado, o comércio virtual vem sendo impulsionado pela condição de isolamento social imposta pela Covid-19, como comprova o relatório Neotrust, realizado pela Compre & Confie em conjunto ao E-commerce Brasil no primeiro trimestre de 2020. O volume de pedidos realizados pela internet de janeiro a março deste ano cresceu 32,6% em comparação com o mesmo período do ano passado.

Com o comércio físico fechado em alguns estados brasileiros, a compra online tem se consolidado como um facilitador. Por isso, lojistas que investiram no e-commerce terão mais chances de conquistar o público nesse Dia dos Namorados. Além disso, esse é o canal mais confortável para os casais que estão distantes por conta do novo coronavírus e que pretendem surpreender o parceiro enviando um presente diretamente para a casa dele.

Imagem de uma caixa de presente vermelha em cima de uma mesa para simbolizar o dia dos namorados.
Em época de isolamento social, a compra online é a melhor aliada. Foto: Freepik

Estratégias para o digital

No entanto, para vender no Dia dos Namorados não basta ter uma loja virtual. É preciso se destacar.

Descontos são sempre bons atrativos. A pesquisa da Social Miner e Opinion Box ainda revelou que até os que não pretendiam comemorar a data mudariam de ideia mediante boas promoções (34,80%) e bons preços (33,3%).

Outra forma de despertar o interesse do consumidor é disponibilizar vantagens no frete – reduzindo-o ou oferecendo gratuitamente. O Estudo de Propensão ao Consumo de SAP, de 2018, apontou que o valor dessa taxa é o grande vilão do abandono de carrinhos online, responsável por 70% das desistências.

Entregas

Alertar sobre o prazo de entrega também é imprescindível em datas comemorativas, uma vez que, para os presentes do Dia dos Namorados, é primordial que a compra chegue até o dia 12 de junho. 

Ofertar vale-presentes é outra saída para os indecisos ou para aqueles que estão acostumados a comprar acompanhados dos parceiros. Por isso, invista em layouts atraentes para os cupons.

Por falar em boa apresentação, vale apostar em pacotes personalizados e “instagramáveis”, oferecendo uma experiência completa ao cliente – desde a chegada da encomenda até o momento em que ele descobrir o que recebeu.

Outra ideia é oferecer um combo diferenciado, firmando colaboração com outros empresários. Uma floricultura, por exemplo, pode fazer uma parceria com uma empresa de chocolates, vendendo um pacote com os dois produtos.

Por fim, para oferecer uma boa experiência de compra online, o varejista precisa ter boas soluções tecnológicas, tais como:

  • Conectividade: se a ideia é atrair mais clientes para a sua loja virtual, não se pode correr o risco do canal ficar fora do ar no momento da compra;
  • Ferramentas de colaboração: permitem a atuação em equipe, sincronia nos processos e atividades; 
  • Soluções como Smart Empresas: para que os vendedores possam realizar atendimentos por intermédio do WhatsApp, além de ter acesso a conexões móveis e ligações ilimitadas.
Imagem de uma caixa de bombons com flores dentro dela.
Parcerias é uma forma de unir forças e vender mais neste Dia dos Namorados. Foto: Freepik

Lojas físicas também precisam de estratégias

Para as cidades onde há restrições, a conectividade é uma aliada. Muitos estabelecimentos estão experimentando as vendas por aplicativos, como o WhatsApp. O cliente faz o contato, recebe fotos e informações dos produtos, reserva o que precisa, retira e paga em data, local e horário combinados com o lojista. É o chamado drive thru, com mínimo contato e máxima segurança.

Já em situações em que o comércio está liberado, uma boa tática é ressaltar o cuidado com os consumidores, como, por exemplo, número limitado de pessoas na loja com controle de entrada e saída para evitar aglomerações, disponibilização de álcool em gel, além de funcionários e compradores com máscaras.

Além disso, é importante que o consumidor se sinta seguro para comprar, indiferente de onde optou em adquirir os produtos: loja física ou online. Outra estratégia é vender por meio do canal digital e oferecer a opção de retirada no estabelecimento. 

Divulgar é preciso

Não há dúvida de que, para vender mais, é preciso que os clientes tomem conhecimento do seu negócio e sintam confiança na marca. E, para isso, as redes sociais são o caminho mais indicado.

A dica é criar perfis da loja no Instagram e Facebook para expor ofertas, promoções e interagir com os consumidores. Portanto, fazer parcerias com influenciadores digitais também é uma boa estratégia de divulgação para melhorar o alcance.

Por último, invista em anúncios e comunicações que aproximem as pessoas – mesmo as que estão sem contato físico neste momento.

Imagem de uma caixa de presente rosa e balões de corações saindo dela.
Pensar em anúncios e comunicações que aproximem as pessoas, mesmo as que estão distantes nesse momento. Foto: Freepik

Conclusão

Apesar da pandemia, o Dia dos Namorados continua sendo uma data importante para o varejo, uma vez que os casais brasileiros vão trocar presentes este ano.

Nesse contexto, a conectividade e a tecnologia como, por exemplo, ferramentas de colaboração e soluções como o Smart Empresas, são aliados para aumentar as vendas, tanto de lojas online quanto físicas.

Além disso, existem outras estratégias para atrair mais clientes, como:

  • Investir em boas promoções;
  • Baixar o valor do frete;
  • Garantir prazos de envio;
  • Oferecer entregas diferenciadas;
  • Fazer parcerias.

Gostou das dicas? Aliás, esperamos que suas vendas sejam um sucesso nesse Dia dos Namorados.

Para finalizar, confira os artigos que separamos para você:

Siga conosco!

Gostou deste conteúdo?

Compartilhe nas suas redes:
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio