SD-WAN: gerencie a conectividade em tempo real

Tecnologia facilita a gestão de redes, melhorando a eficiência e a performance da conectividade dentro das organizações.

17/06/2020 às 9:00

Estruturar uma conectividade segura, disponível e estável é essencial para organizações de todos os tamanhos e setores, demanda que ficou ainda mais evidente durante a pandemia da Covid-19. Para garantir tais características, os gestores de tecnologia tendem a tomar uma decisão estratégica: contratar mais de uma conexão para garantir disponibilidade e redundância. Isso implica em um trabalho extra de gestão de todas as redes disponíveis.

De acordo com um relatório de tendências de 2020, conduzido pela Cisco, o SD-WAN é uma das soluções mais utilizadas para essa finalidade. A sigla é a abreviação de Software Defined Wide Area Network ou (Rede de Área Ampla Definida por Software, em tradução livre).

Neste artigo, apresentaremos o que é a tecnologia e como ela pode contribuir positivamente para a produtividade da companhia. Além disso, você verá:

  • Por que é importante ter uma gestão eficiente das redes;
  • Como funciona o SD-WAN na prática;
  • De quais maneiras a Vivo Empresas contribui para incorporar esta tecnologia ao seu dia a dia.

Conheça a tecnologia SD-WAN. Imagem do mundo e de várias linhas o interligando.
Realizar a gestão de redes é fundamental para o sucesso de uma empresa. Foto: Pexels.

Por que é importante ter uma gestão eficiente das redes?

Uma queda de rede pode ocasionar problemas irreversíveis em uma empresa, principalmente naquelas que já estão em um processo de maturidade digital mais avançado. Alguns dos danos mais recorrentes são:

  • Perda de produtividade, uma vez que as equipes ficarão sem ferramentas para trabalhar;
  • Prejuízo financeiro, principalmente no caso de e-commerces.

Além deste problema, outro bastante recorrente é a lentidão da rede e das aplicações em nuvem devido a largura de banda e que pode acarretar uma experiência ruim aos usuários.

Para evitar tais adversidades, a companhia tem a possibilidade de combinar diferentes tipos de rede, como, por exemplo, a Internet Dedicada de uma operadora e uma banda larga de outra.

Esse tipo de estratégia garante que a conexão esteja sempre ativa, além de combinar as capacidades de seus tráfegos para obter melhor performance, o que é fundamental para os negócios digitais que, portanto, dependem disso para sobreviver. 

Usá-las de modo otimizado, porém, exige a disponibilidade de uma equipe apenas para esse trabalho, o que pode onerar as despesas. Por isso, o SD-WAN aparece como uma alternativa mais prática e palpável, pois ele realiza o balanceamento automático das conectividades e permite o direcionamento priorizado do tráfego para as aplicações mais importantes da empresa do cliente.

De acordo com um estudo desenvolvido em maio de 2020 pela Altman Vilandrie & Company, especialista em consultoria de telecomunicações, 77% das grandes empresas globais em atuação nos Estados Unidos já adotaram a tecnologia.

E a tendência é de crescimento. Pesquisa divulgada em junho de 2020 pela Barracuda Networks revela que o mercado de SD-WAN deverá lucrar 331 bilhões de dólares até 2022. O levantamento indica ainda que a tecnologia é escolhida por organizações que desejam ter uma rede integrada – com segurança – para a realização de tarefas alocadas na nuvem.

Além disso, a análise destacou que 74% das empresas já contrataram a solução ou esperam fazê-lo nos próximos 12 meses.

Como a tecnologia funciona na prática?

A solução é formada por equipamentos que concentram as conectividades em cada localidade da companhia e, por meio de políticas previamente definidas, aplicam com inteligência a distribuição dos tráfegos das aplicações, priorizando aquelas mais críticas a cada negócio. 

Além disso, ela avalia a todo momento o melhor caminho para direcionar as aplicações dentre as conectividades disponíveis, realizando um balanceamento customizado da rede – de acordo com o uso.

Conheça a tecnologia SD-WAN: Imagem de uma mulher mexendo em um computador.
O SD-WAN detecta problemas e pontos de melhoria na rede para garantir a fluidez do trabalho. Foto: Pexels.

SD-WAN da Vivo no dia a dia

Os equipamentos disponibilizados são monitorados e gerenciados por uma equipe exclusiva e especializada. As empresas interessadas contratam a solução e todas as facilidades que a permeiam, como:

  • Análises para a detecção de problemas;
  • Gerenciamento completo das conectividades da companhia com foco na melhoria da performance;
  • Verificação online da qualidade das conexões;
  • Priorização do tráfego, de acordo com as necessidades de cada negócio.
Imagem área de uma cidade interligada por várias linhas para simbolizar a gestão de redes.
A tecnologia simplifica a gestão e garante economia no dia a dia da empresa. Foto: Pexels.

Informações atuais são importantes

Contratar um serviço que oferece suporte constante é fundamental para atingir os resultados desejados. Pensando nisso, a Vivo Empresas disponibiliza o Vivo Gestão de Redes, que atua diretamente no gerenciamento das conectividades das companhias.

Esse trabalho é capaz de aumentar a performance das conexões à medida que os técnicos responsáveis identificam problemas, verificam a qualidade das conexões e atuam para o rápido reestabelecimento no caso de alguma indisponibilidade do serviço. 

Trata-se de uma solução integrada de controle, com segurança e balanceamento do uso de aplicações dinâmicas.

“Monitoramos constantemente as conectividades do cliente. Se ele tiver dez filiais, por exemplo, com dois links cada uma, tem 20 conectividades de cinco operadoras diferentes. Nossa equipe, então, verifica e detecta problemas em todas. Depois, começa a tomar as atitudes necessárias”.

Vinícius B. Funicelli, Gerente de Marketing e Produtos de Virtualização de Redes B2B, da Vivo Empresas.

Para garantir a efetividade do trabalho, o cliente informa aos técnicos da Vivo Empresas sobre as suas intenções e também sobre qualquer tipo de alteração nos dados relacionados à rede. Se ele fizer um downgrade na velocidade de uma conexão contratada, por exemplo, a equipe deve ser comunicada para que essa mudança não gere impacto nas análises.

A companhia ainda pode solicitar outras alterações nas configurações iniciais. Tudo de um jeito simples e prático, uma vez que o canal da solução Vivo Gestão de Redes está sempre aberto. Veja outros diferenciais:

  • Conectividade: a solução pode ser usada em qualquer internet da Vivo ou de terceiros;
  • Retorno para os clientes: o time disponibiliza relatórios completos e em tempo real para as empresas, que podem ter uma visão panorâmica da rede;
  • 100% conectadas: atualmente as organizações dependem da internet. Por isso, ficar offline por algum motivo implica em prejuízos, que podem ser enormes de acordo com a área da atuação da companhia. O Vivo Gestão de Redes evita que isso aconteça.

Conclusão

Empresas que mantém mais de uma conexão precisam despender um esforço adicional de gestão para que o tráfego seja otimizado. Desempenhar esse papel também demandaria maior investimento e, por isso, muitas companhias escolhem o SD-WAN – tecnologia capaz de otimizar o tráfego das aplicações utilizando as conexões de maneira dinâmica e inteligente.

Dessa forma, as conexões são monitoradas constantemente para garantir a estabilidade e a disponibilidade da rede, o que deixará o trabalho mais fluido, seguro e eficiente.

Com a maior adesão ao home office, essa solução, que já era apontada por pesquisas como uma tendência, ganhou ainda mais força nos ambientes corporativos.

Para finalizar, confira outros artigos que separamos para você:

Até breve!

Gostou deste conteúdo?

Compartilhe nas suas redes:
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio