Reconhecimento facial: o impacto da biometria nos meios de pagamento


Publicado em 28/08/2020, às 9:00
Head de Estratégia e Marketing da Vivo Empresas

Refletir sobre o futuro e o modo como as inovações tecnológicas mudam os hábitos da sociedade é um exercício que as organizações precisam fazer constantemente. As conexões digitais estão cada vez mais amplas – assim, analisar o comportamento anterior para tentar prever a forma como irão se expandir é, certamente, o melhor caminho.

Um exemplo de mudança disruptiva como essa está na relação entre as novas formas de consumo e os pagamentos via smartphones. Um estudo da Mobile Time, divulgado em outubro de 2019, apurou que 85% dos brasileiros com celular já realizaram compras online por meio do dispositivo

O mesmo levantamento identificou, ainda, que 17% dos entrevistados já pagaram por aproximação, por meio de NFC (Near Field Communication) ou MST (Magnetic Secure Transmission). 

A pandemia impulsiona novas formas de pagamento

Com o isolamento social, diversas transações passaram a ser realizadas pelo celular. O Governo Federal, inclusive, impulsionou essa transformação ao incentivar e permitir que o auxílio emergencial, disponibilizado para 59 milhões de brasileiros, também pudesse ser utilizado dessa maneira.

Por meio do aplicativo Caixa Tem, os usuários realizam suas compras e pagamentos via smartphone, apontando a câmera para o QR Code.

Em julho deste ano, a Mastercard, identificou que 63% dos usuários no País veem o pagamento por aproximação como uma tendência que veio para ficar. A pesquisa ressaltou, ainda, que após este momento de isolamento social mais intenso, 53% dos brasileiros pretendem comprar menos com dinheiro em espécie e que 52% afirmam que devem comprar mais online.

Mobile payments se tornam mais ágeis com o PIX

Esse cenário promissor tende a conquistar ainda mais adeptos.

Em fevereiro deste ano, o Banco Central anunciou o lançamento do PIX – um serviço de pagamentos instantâneos que possibilitará que o dinheiro vá de uma conta para outra em até 10 segundos. Na prática, essa ferramenta irá permitir transferências e pagamentos de contas de forma rápida, sem ter que esperar dias para que o recebimento seja identificado pelas instituições bancárias.

Isso acaba com o horário comercial, uma vez que as transações poderão ser realizadas 24 horas, sete dias por semana. Tudo pelo smartphone, em um ambiente mais conectado e ágil.

Reconhecimento facial será a nova senha

Todas essas mudanças ainda são o meio do caminho. Em uma recente viagem à China, pude constatar que o futuro será ainda mais promissor com a biometria. Nossos rostos serão utilizados como senha para a conclusão de transações.

Os chineses são conhecidos pelo uso de soluções de biometria, tais como o reconhecimento facial, na segurança. De acordo com um estudo da Comparitech, divulgado em agosto de 2019, existem mais de 200 milhões de câmeras de circuito fechado de televisão (CCTV) em funcionamento no país.

O mesmo levantamento indica que, tendo-se em conta o crescimento dos sistemas de vigilância em território chinês, em 2022 haverá 626 milhões de câmeras. Esse volume equivale a um dispositivo para cada dois cidadãos. 

Na China, muitos estabelecimentos já utilizam o reconhecimento facial para a realização de pagamentos, dispensando, inclusive, o uso de aplicativos. Basta fazer o primeiro cadastro e pronto, não há fricção. Assim, você entra na loja, escolhe o produto e vai embora, enquanto a tecnologia se encarrega do seu trabalho, pagando as suas compras.

Empresas chinesas têm uma mentalidade de crescimento rápido e agressivo. Tudo isso aconteceu em menos de 10 anos e a próxima década certamente será diferente de qualquer coisa que vivemos nos últimos cem anos.

A expectativa é que esse modelo, logo mais, esteja presente em nossa realidade desse lado do hemisfério, transformando completamente a forma como realizamos transações e os pagamentos via dispositivos móveis. 

A conectividade será a base da mudança

Nós, da Vivo Empresas, acreditamos no poder transformador da tecnologia na vida das pessoas e das organizações. Por isso,  acompanhamos os desdobramentos desse movimento disruptivo do mercado global, apoiando o avanço de clientes de diferentes tamanhos e setores no avanço de suas jornadas de evolução digital.

Para isso, oferecemos serviços de conectividade de última geração e uma gama de soluções digitais capazes de contribuir para o crescimento dos negócios, inclusive para a viabilização do  mobile payment

Dessa forma, seguimos estreitando relações e ofertando inovações tecnológicas eficientes. Atualmente, ajudamos mais de 1,5 milhão de usuários corporativos a elevar a produtividade e a aprimorar os processos em suas  organizações por meio da tecnologia.

Assim, seguimos evoluindo para atender todos os tipos de demandas, de olho nos movimentos disruptivos que estão por vir.  

Como podemos contribuir para o avanço de sua jornada digital?

Head de Estratégia e Marketing da Vivo Empresas

Gostou deste conteúdo?

Compartilhe nas suas redes:
Veja mais sobre
conectividadeTecnologia
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio