Como uma navegação mais segura evita graves ameaças aos dados das empresas

Com a tendência do home office, o controle de tráfego web se torna um recurso essencial a proteção do ambiente virtual

16/11/2020 às 12:29

A pandemia acelerou uma série de transformações no modelo de trabalho tradicional, como a própria adoção do trabalho remoto. Porém, essa rápida e necessária adaptação ao novo formato, por vezes, pode deixar lacunas em termos de estrutura da tecnologia e até mesmo em segurança.

Além disso, nesse novo cenário, o próprio foco de proteção deve ser outro. Afinal, com os funcionários fora da empresa, trabalhando em home office, se preocupar apenas com a rede corporativa não é o suficiente. É preciso garantir uma navegação mais segura para os colaboradores em seu ambiente de trabalho.

Para falar sobre esses novos desafios, participaram de um webinar sobre o tema os convidados Luciano Pasqualini, Gerente Nacional de Vendas de Serviços Digitais da Vivo, Márcio Campos, Sales Business Development Manager na Cisco System, e Leandro Andreazzi, Gerente de Negócios Especialista em Segurança da Informação na Vivo.

Neste artigo, você verá:

  • Os principais temas abordados no webinar
  • O cenário da transformação digital
  • O novo foco da segurança digital e a importância de uma navegação mais segura
  • Quais os principais ataques pelo tráfego web
  • Como garantir uma navegação mais segura

O cenário da transformação digital 

O webinar “Visibilidade e controle do tráfego web para uma navegação mais segura” destaca como hoje muito se depende do meio digital para negócios de diferentes segmentos e como buscar a segurança nesse novo ambiente é vital.

Logo no início do encontro, Márcio Campos, Sales Business Development Manager na Cisco System, faz um panorama do conturbado cenário de 2020. Ele comenta que o mercado já vinha com uma movimentação bastante interessante. “As empresas vinham diminuindo cada vez mais as expansões de seus data centers, migrando seus workloads para a nuvem e adotando outras soluções em cloud. E isso independente de seu tamanho”, diz Campos.

Porém, a pandemia fez com que essa agitação no mercado tecnológico crescesse rapidamente, principalmente para atender a transformação do modelo de trabalho nas organizações.

Aliás, essa mudança do local de trabalho se mostra como uma tendência a ser adotada por muitas companhias, ao menos em um modelo híbrido. Segundo um estudo da Fundação Getúlio Vargas, 30% das empresas brasileiras devem manter o home office em suas jornadas de trabalho após a pandemia.

Para Luciano Pasqualini, agora é o momento para rever o que foi implementado e dar o próximo passo no mundo digital. “É hora de pensar no futuro com soluções robustas, de fácil e rápida implementação, uma gestão simplificada e que sejam escaláveis. Os usuários estão remotos, mas as aplicações também estão migrando mais rapidamente para a nuvem”, afirma.

O novo foco da segurança digital e a importância de uma navegação mais segura

Atualmente, a mobilidade é um aspecto essencial na maioria dos segmentos. Assim, poder trabalhar a partir de qualquer lugar, seja em casa, nos cafés ou aeroportos, já era realidade antes da pandemia e voltará com mais destaque após ela. 

Porém, a mesma mobilidade que é tida como benefício para a companhia e seus funcionários também foi notada por usuários mal-intencionados.

“Assim, as organizações criminosas passaram a ver o usuário como novo target. É muito mais fácil  roubar as minhas credenciais do que invadir ou quebrar a segurança de um Data Center da Cisco, por exemplo. Então, o foco total hoje está em nós, usuários. As empresas precisam se preocupar com esses usuários que não estão mais ali debaixo da infraestrutura de segurança das empresas.”

Márcio Campos, Sales Business Development Manager na Cisco System

Durante o webinar, fica claro que, hoje, as principais portas de entrada para golpes e ataques cibernéticos surgem a partir dos usuários da rede. Em outras palavras, uma navegação mais segura evita sérios problemas para os negócios. 

Só para exemplificar, Campos compartilha os resultados de um monitoramento realizado pela plataforma Umbrella na primeira quinzena de março e depois no final de junho. No começo da pandemia, já havia 47 mil novos domínios registrados utilizando as palavras Covid-19 e Coronavírus, sendo 4% maliciosos. No entanto, em três meses, esse número cresceu para 71 mil, dos quais 20% eram maliciosos. 

Com a maior presença na internet, as ameaças também crescem e é preciso estar preparado para identificá-las e neutralizá-las antes que se tornem um prejuízo. 

Quais os principais ataques pelo tráfego web

Redes Wi-Fi compartilhadas, computador de uso pessoal sendo utilizado para trabalhar e falta de familiaridade com práticas de seguranças são alguns dos principais riscos à segurança impulsionados em tempos de trabalho remoto. 

Já as ameaças são diversas e cada vez mais refinadas. Entre os principais ataques, há alguns mais conhecidos como o phishing, para roubo de senhas e informações financeiras, e o ransomware, que é o sequestro de dados da empresa. Aliás, este último se torna ainda mais custoso com a Lei Geral de Proteção de Dados, que analisa o tratamento e armazenamento de dados pessoais, em vigor.

Além desses, há ainda golpes que estão se tornando tendências, como o roubo de carga de processamento para mineração ilegal de criptomoedas.

Em suma, todos esses casos trazem o usuário como agente disseminador da ameaça e, por isso, se torna fundamental garantir uma navegação mais segura para ele.

Como garantir uma navegação mais segura

Em primeiro lugar, é importante educar os usuários sobre práticas de segurança e os riscos presentes no ambiente digital. “A postura é muito importante dentro da empresa e também uma das maiores vulnerabilidades dela. Com o trabalho remoto, usuários não familiarizados podem cair em golpes”, destaca Márcio Campos. 

Após essa conscientização, em segundo lugar, é necessário contar com soluções de segurança pensadas para o cenário atual, com foco no ambiente de trabalho digital e na colaboração remota.

O Vivo Filtro Web é uma solução oferecida pela Vivo em parceria com a Cisco System que auxilia nessa navegação mais segura pela web, como mostra Leandro Andreazzi, Gerente de Negócios Especialista em Segurança da Informação na Vivo, em uma simulação da plataforma durante o webinar. 

Primordialmente, o recurso atua como proteção na camada DNS, na qual quase todos as ameaças iniciam seus ataques. Assim sendo, é uma solução eficiente para conter golpes antes que possam prejudicar a marca.

Conclusão

Por fim, o webinar “Visibilidade e controle do tráfego web para uma navegação mais segura” mostrou que hoje os ataques cibernéticos são voltados para usuários, focando em roubar credenciais para acessar a rede da empresa. 

E, dessa forma, uma das prioridades para os negócios que pretendem seguir com o modelo de trabalho remoto, mesmo que híbrido, é garantir uma navegação mais segura aos usuários. Para isso, são necessárias novas soluções que vão além da segurança de perímetro da empresa, como firewalls e antivírus. 

A Vivo Empresas apoia a transformação digital de pequenas a grandes empresas e possui soluções criadas e desenhadas para o ambiente virtual. 

Para novos desafios, são necessárias novas soluções, e a Vivo Empresas está pronta para ser seu parceiro estratégico nessa jornada. 

Quer saber mais sobre como garantir uma navegação mais segura para seus funcionários? Assista ao webinar na íntegra.

Conte com a gente!

Compartilhe este conteúdo!

Solicite um contato
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio