Inovar no varejo: conheça tecnologias que podem ajudar

13/11/2020 às 14:54

Varejistas devem acompanhar transformações para se manterem ativos na disputa de mercado e conquistarem novos clientes

Um dos principais desafios na rotina das empresas do setor é encontrar novas formas de inovar no varejo. A busca incessante pelo novo é premissa essencial para que se mantenham presentes na mente dos consumidores, destacando-se em um mercado tão disputado.

Para isso, diversas tecnologias podem ajudar empreendedores a elevar a produtividade das equipes e a definir melhor seus processos. Entre outras vantagens, permitem que os gestores concentrem-se mais na estratégia do negócio e gastem menos tempo no microgerenciamento diário.

Assim, soluções como segurança de informação, conectividade, operações em cloud e IoT devem  estar em sua lista de prioridades, para que as operações alcancem novos potenciais.

Quer saber mais sobre as tecnologias que vêm ajudando as empresas do setor a se modernizarem? Confira neste artigo:

  • Soluções em Cloud promovem maior flexibilidade à operação
  • Conectividade permite inovar no varejo de maneira rápida
  • IoT melhora rotina de empresas de sucesso
  • Inovar no varejo: priorizar a segurança é essencial

Soluções em Cloud promovem maior flexibilidade

A computação em nuvem já tem pilares bem estabelecidos no mercado brasileiro. Um dos fatores primordiais para a aceitação dessa tecnologia no comércio é a flexibilidade, que permite a ampliação ou redução da estrutura de acordo com o volume das cargas de trabalho,  conforme a necessidade da organização.

A nuvem oferece maior flexibilidade para empresas (GettyImages)

Definitivamente, a pandemia da Covid-19 acelerou essa tendência no País, uma vez que a cloud possibilitou que o setor continuasse a operar de forma digital e a atender os clientes, apesar da distância física.

A tecnologia facilita o processo de inovar no varejo e isso faz com que o mercado cresça exponencialmente. Segundo artigo publicado no Think with Google em agosto de 2020, a migração para essa solução surge como uma das alternativas para otimizar custos de TI.

Já de acordo com estudo da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), de abril de 2020, ações voltadas à transformação digital cresceram 65% no setor em 2020.

Para essa mudança acontecer, o armazenamento em nuvem desempenha papel crucial, especialmente por conta das características de  de maleabilidade e otimização de despesas. Porém, para realizar um trabalho eficiente, no entanto, é imprescindível ter um acesso à rede confiável.

Conectividade permite inovar no varejo de maneira rápida

O ano de 2020 não apenas mudou a maneira como as companhias trabalham a distância, mas também a forma de comprar. As vendas via dispositivos móveis crescem a cada dia e, para acompanhar esse movimento, é necessário investir em conectividade.

Segundo estudo divulgado em outubro de 2020 pela Ebit/Nielsen, o faturamento com vendas online subiu 47% nos primeiros seis meses de 2020, chegando a R$ 38,8 bilhões. No total, mais de 90 milhões de pedidos foram realizados online.

Para que os varejistas possam atender à demanda da forma adequada, a conectividade passou a desempenhar uma função chave na operação .

Assim, estar online, de forma estável e contínua, seja por meio de redes móveis ou fixas, é primordial para assegurar a boa experiência do consumidor. De acordo com o mesmo conteúdo, no primeiro semestre, mais de 7,3 milhões de brasileiros realizaram sua primeira compra virtual.

Em outras palavras, as empresas que não estão no ambiente virtual estão perdendo um público que, agora, se habituou a realizar compras virtualmente. E isso não se limita a grandes corporações. Com um serviço de conectividade de qualidade, os mais diversos modelos de negócio podem aproveitar essa oportunidade.

LEIA MAIS: Tecnologia no varejo acelera vendas e crescimento

IoT melhora rotina de empresas de sucesso

Impulsionada pelo aumento da geração  de informações online, a coleta adequada, para posterior análise desses dados, proporciona importantes ganhos de produtividade e automação de processos à rotina das operações varejistas. E, nesse contexto, a Internet das Coisas (Internet of Things ou IoT, em inglês) vem apresentando importantes benefícios.

Essa tecnologia foi destaque em um estudo da Microsoft, divulgado em maio de 2020. Segundo o levantamento realizado com tomadores de decisão ao redor do mundo, 85% das companhias já a adotam em suas operações.

Além disso, entre os que já utilizam essa inteligência, 88% a consideram como elemento fundamental para o sucesso da organização. Assim, entre os principais ganhos, estão:

  • otimização das operações (56%);
  • aumento da produtividade (47%);
  • segurança e proteção (44%).

Para inovar no varejo utilizando a IoT, os varejistas devem mapear os diversos processos que fazem parte da sua rotina, identificando onde os dispositivos conectados poderiam proporcionar ganhos. 

Esse método inclui envolver os colaboradores em um trabalho estratégico, dedicado à melhoria do negócio e à mitigação de tarefas repetitivas que ocupam tempo produtivo.

Em outras palavras, com a implementação de aplicações baseadas em internet das coisas, os funcionários são liberados para se dedicar mais ao ‘core business’, colaborando mais com o crescimento da empresa as chances de erro dentro de operações cotidianas também diminui.

SAIBA MAIS: IoT: como a tecnologia aumenta a eficiência da gestão de frotas e equipes de campo

Inovar no varejo: priorizar a segurança é essencial

Se o ecossistema de tecnologias digitais como Cloud, Conectividade e IoT traz inúmeras vantagens, a segurança da informação é definitivamente uma preocupação cada vez mais latente. 

Consequentemente, esse assunto se tornou um ponto primordial para o comércio, seja na conquista de clientes ou na sua retenção, especialmente com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Segurança digital é prioridade de companhias (GettyImages)

A empresa de pesquisas de mercado Forrester aponta que, no próximo ano, 33% dos vazamentos de dados em companhias devem acontecer por falhas de segurança causadas por funcionários. Isso reforça a importância em buscar soluções para evitar eventuais ataques, que podem acarretar em uma perda de confiança dos consumidores.Processar análises de manera descentralizada, incluindo machine learning sendo alertado sobre privacidade

A consultoria Gartner, por sua vez, em seu estudo sobre as principais tendências tecnológicas para o ano de 2021, elencou o aprimoramento da privacidade na computação como uma prioridade.

Tal melhoria compreende três eixos: 

  1. Processar análises de manera descentralizada, incluindo machine learning alertado sobre privacidade;
  2. prover um ambiente confiável para processar e analisar, descentralizar o processamento e a análise e, por fim, 
  3. transformar dados e algoritmos antes de utilizá-los, fazendo uso, entre outras ferramentas, da criptografia homomórfica.

Esse caminho é importante, pois as empresas do varejo lidam diariamente com informações de clientes, transações de valores e transporte de produtos. Nesse sentido,  priorizar a cibersegurança para usuários e clientes é primordial para criar uma relação positiva entre companhia e público.

LEIA MAIS: Cibersegurança: saiba como blindar sua empresa

Conclusão

Dessa maneira, é possível concluir que tecnologia tem muito a colaborar nesse processo de inovação no varejo, ainda mais após todas as mudanças de comportamento do consumidor observadas ao longo de 2020.

Cumprindo seu propósito de ‘digitalizar para aproximar’, a Vivo Empresas desenvolveu um portfólio de soluções digitais completo  para apoiar a transformação de empresas dos mais diversos tamanhos e modelos de negócio.

Assim, proporciona  serviços de conectividade com a mais alta qualidade, que permitem que seu negócio ganhe escalabilidade. Conta, ainda,  com soluções de Cloud e Data Center, que proporcionam a ampliação da capacidade de tráfego e armazenamento da sua loja. 

Oferece também, aplicações em IoT, para basear a comunicação entre dispositivos e identificar tendências em seus consumidores. Por fim, soluções de segurança digital

Se seu negócio necessita de um upgrade no parque tecnológico, temos à disposição os melhores equipamentos de microinformática do mercado.

A Vivo Empresas desponta como parceiro tecnológico estratégico para acelerar o processo de digitalização do varejo, suportando o  crescimento de seu negócio.

Quer saber mais sobre como inovar no varejo? Veja estes artigos que separamos para você:

Até a próxima!

Compartilhe este conteúdo!

campo obrigátório

Enviamos conteúdos do seu interesse para seu e-mail, cancele a qualquer momento.

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio