47% das empresas aumentarão investimentos em IoT, afirma Gartner

09/11/2020 às 13:04

Apesar dos impactos financeiros causados pela Covid-19, a consultoria Gartner apurou que 47% das companhias de diferentes setores planejam aumentar os investimentos em Internet das Coisas (ou IoT – sigla do termo original em Inglês, Internet of Things)

Entre os principais objetivos, de acordo com o estudo, destacam-se a redução de custos operacionais e o reforço da segurança das equipes.

Utilizada com uma frequência cada vez maior no universo empresarial, a tecnologia se baseia em  um conceito no qual dispositivos operam conectados em rede. Assim, tais gadgets são capazes de coletar e gerar dados, que podem se transformar em insights valiosos para os negócios.

Neste artigo, você entenderá como a internet das coisas vem apoiando a evolução digital das empresas e obterá dicas de como implementá-la. Veja também:

  • O que é internet das coisas
  • Por que as organizações estão investindo em IoT
  • Como a tecnologia reforça a segurança com a saúde
  • Quais são as projeções para o futuro
  • Conheça os dispositivos mais utilizados

O que é a internet das coisas

Basicamente, IoT é um conceito sobre a conexão entre dispositivos, utilizando diversos tipos de frequências. Por meio deles, é possível desde informar uma pessoa sobre o melhor trajeto da sua casa ao trabalho, até regular o uso de pesticidas em uma grande plantação, por exemplo.

Assim, soluções baseadas nesse tipo de tecnologia digital permitem realizar atividades decisivas com maior eficiência, como a manutenção preditiva em ativos comerciais e industriais (elevadores e turbinas, por exemplo, e a otimização de processos), além de trazer mais segurança aos colaboradores em escritórios, favorecendo o necessário distanciamento social.

A Iot é composta pela conexão entre diferentes objetos inteligentes (GettyImages)

IoT: investimento recorrente nos próximos meses

Divulgado em outubro de 2020, o estudo conduzido pelo Gartner mostra que a IoT tem sido o caminho que muitas empresas encontraram para combater a crise ocasionada pela Covid-19

Dessa forma, para Benoit Lheureux, vice-presidente de pesquisa da consultoria, o interesse em implementar a internet das coisas no ambiente corporativo deve-se, em especial, aos resultados rápidos e às estimativas de recuperação do valor investido em curto prazo (a média é de três anos).

Reforçando a segurança ao reduzir riscos de contaminação

Ainda de acordo com a consultoria, 31% dos entrevistados afirmaram que já usam recursos de IoT para buscar maior segurança aos colaboradores em tempos de pandemia. Uma das principais soluções é o monitoramento inteligente, que se dá por meio de câmeras e sensores conectados à internet.

Assim, essa avaliação constante é capaz de identificar aglomerações, possibilitando a realização de melhorias frequentes no uso dos espaços físicos. Isso vale para negócios de diferentes áreas, desde escritórios a hospitais, escolas, bares e restaurantes.

Para isso, a Vivo Empresas, por exemplo, oferece um portfólio abrangente de soluções e equipamentos de IoT direcionados para companhias de todos os segmentos. Operando em rede, esses dispositivos permitem um acompanhamento em tempo real, gerando dados importantes para o embasamento das decisões.


LEIA MAIS:


IoT como facilitadora do cenário futuro

Das companhias que ainda não utilizam IoT, 27% planejam inseri-la em suas rotinas por meio de equipamentos autônomos, robôs ou veículos

“Os gêmeos digitais, como são conhecidos, podem ajudar as organizações a reconhecerem falhas de equipamentos antes mesmo que interrompam a produção, permitindo que os reparos sejam feitos antecipadamente ou com menor custo

Benoit Lheureux, vice-presidente de pesquisa da Gartner

Com isso, a previsão da Gartner é de que, até 2023, um terço dos negócios de médio a grande portes tenham implementado tecnologias baseadas em Internet das Coisas em seus processos

Aliás, o grande motivador desse movimento será a necessidade de deixar colaboradores e clientes mais seguros, reduzindo os impactos da Covid-19.

Nesse sentido, além do monitoramento, as companhias podem utilizar dispositivos em rede para minimizar o contato com o público. Um exemplo de aplicação da solução é o Marketing Dinâmico, da Vivo Empresas, que disponibiliza monitores em locais estratégicos para a exibição de mensagens personalizadas, com uma linguagem visual customizada para cada instituição contratante. 

Como o conteúdo é atualizado em tempo real, a ferramenta é eficiente para evitar a exposição desnecessária. 

E assim como diminuir a proximidade física é uma das premissas da pandemia, a conectividade tem se destacado como um elemento-chave nesse novo cenário. Dessa forma, é inevitável disponibilizar canais de comunicação que vão além do meio físico.

Automação: empresas têm aderido

O uso de IoT impulsiona, também, a adoção de recursos baseados em Inteligência Artificial (IA), afirma o Gartner. As organizações entrevistadas confirmaram a aplicação de técnicas de IA para trazer maior segurança e eficiência durante o isolamento social.

Recursos de Inteligência Artifical também são beneficiados pela IoT (GettyImages)

Entre as consultadas, 25% já incorporaram soluções de automação, tais como acesso remoto e gerenciamento a distância. Para outro grupo (35%), entretanto, a tecnologia tem sido útil para assegurar conformidade de processos. Ou seja, garantir que o trabalho ocorra de modo seguro, reduzindo as preocupações dos gestores em relação à propagação do vírus.

Assim, mais uma vez, câmeras e sensores se destacam como ferramentas capazes de mapear esses ambientes, gerando dados e informações em tempo real. Nos equipamentos disponibilizados pela Vivo Empresas, por exemplo, as imagens captadas podem ser visualizadas em diferentes dispositivos, como tablets e celulares.

A seleção de gadgets inclui câmeras, alarmes e sensores, tais como:

  • Smart Central: gerencia a comunicação entre os sensores e facilita a configuração do sistema (tem sirene embutida);
  • Sensor de Movimento: detecta a presença de movimento em ambientes internos e envia notificações para o celular cadastrado;
  • Sensor de Abertura: quando instalado em portas, janelas ou gavetas, detecta sua abertura e notifica o proprietário em tempo real;
  • Smart Câmera Wi-Fi: monitora todo o ambiente e também envia notificações em tempo real em casos de ações suspeitas;
  • Smart Câmera 360 Wi-Fi: monitoramento em alta definição, com cobertura de 360º em menos de três segundos. Tem visão noturna e microfone.

Adicionalmente, a Vivo Empresas ainda proporciona ao cliente a realização de um estudo sobre como otimizar o layout do escritório para atender às recomendações da OMS.

Concluindo

O ano de 2020 tem sido diferente para todos. O primeiro semestre exigiu articulação para viabilizar o trabalho a distância, incorporando soluções capazes de permitir a comunicação com os colaboradores e a gestão das tarefas remotamente.

Nessa nova fase, entretanto, o cuidado com as equipes que têm retomado as atividades presenciais é uma das prioridades. Gestores estudam formas de evitar aglomerações e assegurar o cumprimento de todas as regras sinalizadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A internet das coisas, por sua vez, aparece entre os recursos tecnológicos mais recomendados.

Por meio dela, dispositivos operando em rede são capazes de identificar problemas, possibilitando o acompanhamento remoto e corrigir falhas. Tal benefício já foi percebido por muitas companhias, o que ficou evidente no estudo realizado pelo Gartner

Além de trazer as condições adequadas — e seguras — ao trabalho, o investimento pode ser recuperado rapidamente pelas companhias.

Atenta a esse movimento, a Vivo Empresas mantém um portfólio abrangente de soluções e equipamentos de IoT, com recursos desenhados para atender às novas necessidades do mercado. 

Além disso, oferece soluções completas de Conectividade, Equipamentos, Cloud, Segurança, Big Data, Ferramentas de Colaboração, TI e Gestão de Tecnologia.

Quer saber mais sobre como tornar o seu negócio mais seguro nesse novo cenário, com a internet das coisas? 

Leia estes artigos que separamos para você:

Até a próxima!

Compartilhe este conteúdo!

Solicite um contato
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio