Como a velocidade e a conveniência da nuvem podem otimizar seu negócio

18/09/2020 às 9:00

A tecnologia sempre foi um fator diferenciador para negócios que desejam crescer e, consequentemente, conquistar destaque no mercado. Afinal, a agilidade e a eficiência proporcionadas por recursos inovadores são características extremamente valorizadas por clientes e parceiros. A pandemia, no entanto, elevou o uso de algumas abordagens, como a nuvem, a outro patamar.

Diferentes soluções baseadas em cloud viabilizaram a atuação remota, sobretudo durante o isolamento social. Dois grandes exemplos são os softwares de videoconferência e as ferramentas de colaboração.

Agora, passada a fase crítica, as companhias se preparam para uma nova fase, a implementação do modelo de trabalho híbrido, que também será permeado por recursos virtuais. 

Justamente para falar sobre a importância da nuvem nessa aceleração da transformação digital, a Vivo Empresas convidou José Nilo Cruz Martins, vice-presidente de Cloud na Huawei, para uma conversa sobre o tema. Neste artigo, você verá:

  • Os principais pontos abordados pelos profissionais no webinar
  • Quais os benefícios de migrar para o digital usando a Cloud
  • Desafios e oportunidades da migração
  • Os primeiros passos para migrar para a nuvem

imagem de uma nuvem digital para simbolizar a cloud computing.
A nuvem é uma tecnologia importante para a transformação digital das empresas. Foto: Getty Images

Migrar para a nuvem é um ótimo caminho

Conduzido por Adriana Duarte, gerente de produtos da Vivo Empresas, o bate-papo foi centrado nos principais motivos que levam uma companhia a migrar suas cargas de trabalho para a nuvem.

Tal movimento foi maior durante a pandemia, mas José Nilo destacou que a mudança do físico para o digital não pode ser encarada como uma medida de contingência. “É uma preparação para o futuro”, ressalta.

Para se ter uma ideia, segundo um estudo realizado pelo Gartner, somente em 2020, a adoção de recursos de nuvem pública deve crescer 6,3% no mercado global. Isso porque é cada vez mais recorrente o uso de ferramentas de colaboração e produtividade, bem como infraestruturas virtualizadas e acessíveis por qualquer dispositivo.

Além disso, optar por estruturas em nuvem dispensa investimentos em hardware, por exemplo, implicando em economia para as companhias. O executivo da Huawei explicou que os servidores virtuais funcionam da mesma forma que os físicos.

“A diferença é que rodam no data center do provedor escolhido, com um vasto investimento em segurança. Portanto, o uso dessa estrutura virtual só tem a adicionar, inclusive, em termos de proteção de dados e contra ataques de criminosos”, afirmou.

Além disso, ele ressaltou que a abordagem também é indicada para novos empreendimentos. “Quando é difícil prever a demanda, a nuvem é a melhor opção em custo-benefício. E o motivo é a infraestrutura ser adaptável a essa demanda elástica, sendo que as companhias só pagam pelo que efetivamente for usado de recurso”, explicou.

LEIA MAIS:

Desafios e oportunidades da digitalização no Brasil

Imagem de uma pessoa segurando um celular na mão, enquanto aparece a imagem de uma nuvem com as setas indicando download e upload.
A mudança do físico para o digital é uma preparação para o futuro. Foto: Getty Images

Para José Nilo, ainda há muito potencial de nuvem para ser explorado no Brasil – e é possível se espelhar em países que já trilharam esse caminho, como a própria China. “Tive a oportunidade de ir para lá e me impressionou que, ao andar por Xangai ou Pequim, é possível ver QR Codes em todos os lugares”, lembrou. Aliás, segundo ele, esse é só um de muitos exemplos que fazem o país ser um dos líderes em inovação.

Inclusive, durante o webinar, ele apresentou o case China National Space Administration (CNSA), realizado em parceria com a Huawei Cloud. A iniciativa mostra como o uso inteligente de dados e da nuvem pode auxiliar a tornar plantios mais produtivos. 

Evolução

A agricultura é um dos pilares da economia brasileira. Portanto, usar a tecnologia com inteligência pode contribuir para a evolução do setor, aproximando os agricultores da digitalização.

De acordo com um estudo divulgado pela McKinsey & Company em agosto de 2020, 34% dos agricultores brasileiros já utilizam algum tipo de solução digital. “Existem hoje startups que criaram dispositivos para monitorar rebanho ou até mesmo utilizam drones que voam pelas plantações e fazem diagnósticos do espaço e do plantio, com detecção de pragas, por exemplo”, destacou José Nilo.

Para esses próximos passos, porém, é preciso superar por alguns obstáculos. Segundo José Nilo, um dos problemas que pode atrapalhar a evolução é a falta de mão de obra especializada para as empresas embarcarem em projetos de digitalização.

Além disso, compreender de fato como a nuvem pode beneficiar os negócios é um elemento-chave para popularizar ainda mais essa migração. “Entender a cloud e as vantagens de ser ágil talvez seja o principal benefício de fazer uma mudança dos seus ativos, máquinas e servidores para um data center de nuvem,” ressaltou o executivo.

A jornada da digitalização: os primeiros passos para migrar para a nuvem

Imagem de uma pessoa segurando o celular que mostra a cloud no meio de uma plantação.
Cloud é uma das tecnologias usadas na digitalização da agricultura. Foto: Getty Images

Dar passos largos na jornada de digitalização depende do entendimento das necessidades de cada negócio. Assim, a companhia consegue detectar o que é possível potencializar com a virtualização. 

A partir disso, a transição pode ser feita de duas formas: uma grande migração, realizada de uma vez só, ou em etapas. “Se a sua organização não tiver nicho muito específico ou muitos concorrentes, pode ser um lift and shift, ou seja, uma estrutura que permite a migração direta com pouca necessidade de customização”, comentou José Nilo.

Os benefícios da abordagem são os mesmos, independentemente do tipo e do tamanho da companhia. Adriana e José Nilo destacaram agilidade, produtividade, segurança e economia.

Eles concordam que a nuvem é uma porta de entrada para inovações, permitindo respostas mais rápida e eficientes. E, para tudo isso funcionar, uma combinação é imprescindível:  planejamento e parceiros que garantam uma migração de acordo com as particularidades do negócio.

LEIA MAIS:

Conclusão

Imagem de um cadeado no meio da fugira de uma cloud.
Trabalhar com nuvem traz segurança, economia, produtividade e agilidade para a empresa. Foto: Getty Images

O webinar promovido pela Vivo Empresas abordou o potencial que as soluções cloud têm no sentido de suportar a transformação digital dos negócios. Armazenamento, proteção de dados, conexão segura e até mesmo melhor aproveitamento dos recursos disponíveis são alguns dos benefícios da migração das cargas de trabalho para a nuvem.

De olho nesse movimento, a Vivo Empresas estruturou um amplo portfólio, que vai desde consultoria e assessment à gestão da cloud. Com Vivo Plataforma Digital é possível ter acesso a um marketplace que centraliza e simplifica o gerenciamento de diversas clouds.

Conte conosco para realizar a transformação digital da sua companhia! Além dos serviços em Cloud, temos soluções completas em ConectividadeEquipamentosSegurançaBig DataFerramentas de ColaboraçãoTI, Gestão de Tecnologia e IoT.

Quer saber mais sobre como a digitalização impacta o seu negócio? 

Acompanhe o webinar sobre cloud na íntegra:

Até a próxima!

Compartilhe este conteúdo!

Veja mais sobre
CloudGestãoRedeSegurança
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio