Entenda as vantagens do retargeting e veja como criar uma campanha

Mostramos o que é retargeting, quais são as vantagens desse tipo de estratégia e como criar uma campanha eficiente para expandir suas vendas.

07/01/2020 às 9:00

Apostar em retargeting pode ser uma boa estratégia para a sua empresa. Neste artigo mostraremos:

  • O que é o conceito e porque é interessante utilizá-lo.
  • Quais são as principais vantagens.
  • Como criar uma campanha de retargeting no Google Adwords.
  • Como criar uma campanha de retargeting no Facebook.

Você sabe o que é retargeting? É uma maneira de fazer as suas vendas crescerem. Mas, como isso funciona? Trata-se de uma metodologia criada pelo Google Adwords, plataforma de publicidade do Google. O sistema é basicamente assim: você pretende comprar um software de gestão, por exemplo, e faz uma busca. Só que por algum motivo não finaliza a transação.

Em seguida, anúncios relacionados a esse tema começam a aparecer em diferentes canais, como blogs, redes sociais e até em portais de notícia, entre outros meios. Tais plataformas estão vinculadas à rede de parceiros do Google, grupo que hoje possui grandes nomes, como o YouTube, por exemplo.

retargeting: mulher digitando em seu computador. Há um óculos de grau à frente.
Estratégias de retargeting costumam ser efetivas por atingirem um público-alvo especializado.

Os anúncios têm promoções, geralmente, para estimular que os usuários comprem o seu produto. Tal método é bastante utilizado por e-commerces, sobretudo, por seu poder de alcance e por ter a capacidade de atingir clientes em potencial. Ou seja, pessoas que já estão interessadas no seu produto.

Como já foi possível notar, há vantagens para quem incluir o retargeting na estratégia de marketing digital. Além de ampliar o poder de alcance dos seus produtos, você consegue gerenciar as campanhas de um jeito bem simples (falaremos sobre as plataformas mais à frente).

O público-alvo atingido também é bastante especializado. Sem falar que os seus anúncios ficarão bem posicionados, ou seja, com boa visibilidade, a partir de preços bem em conta.

Como aderir ao retargeting ?

No Google, é bem simples fazer uma campanha de marketing. O primeiro passo é acessar a conta do Google Adwords. Em seguida, escolha a opção “Campanhas”. O próximo passo é ir até o botão “+Campanha” e selecionar “Apenas na Rede de Display”.

Veja como evitar que o seu e-mail marketing caia no SPAM!

Opte, então, por “Objetivos de marketing” e marque “Comprar no seu Website”. Depois é com você: é necessário especificar o nome, como você quer que os lances sejam feitos e também o valor que está disponível a gastar. Salve e vá para a próxima etapa.

Identifique, em seguida, o tipo de lance e valor que está disposto(a) a pagar por ele. Depois, vá até “Escolha como segmentar os seus anúncios”, e clique em “Interesses e remarketing”. Ao visualizar o menu Selecionar uma categoria”, opte por “Listas de remarketing”.

Print da tela do Google Adwords.
Interface do Google Adwords. É possível visualizar as listas de retargeting . Fonte: Digital Reach Agency.

O Google Adwords criará, então, a sua etiqueta de retargeting . Você terá de incluí-la no site (a plataforma oferece instruções de como fazer isso). O sistema também criará, automaticamente, a lista “Todos os visitantes”, que de acordo com este artigo do próprio Google, é a listagem que “Inclui todas as pessoas que visitaram as páginas com etiquetas do seu website”.

Especifique, novamente, o nome do grupo de anúncios e o lance desejado. Por fim, clique em salvar e continuar para finalizar a operação e colocar a campanha no ar!

Print da tela de uma publicidade de retargeting.
Exemplo de um banner de retargeting.

E no Facebook?

Embora tenha sido iniciado pelo Google, o método também foi incorporado pelo Facebook desde 2012. Você já reparou que alguns anúncios aparecem no canto direito da sua timeline? Pois bem, trata-se de publicidade criada e selecionada a partir de pesquisas que você faz na internet.

Para criar, vá até o Gerenciador de Anúncios do Facebook. Antes de criar o anúncio, você deve instalar o pixel do Facebook no seu site. Cole a sequência na sua página (consulte o responsável pela criação do site, ele saberá ao certo em qual área incluir).

Com tudo certinho, vá até “Ferramentas” e depois clique em “Público”. Opte, depois, por “Criar público”, seguido do botão “Público personalizado”. Escolha a opção “Tráfego do site” na caixa que irá abrir em seguida. O pixel instalado na raiz do site permitirá que você faça o retargeting do site a qualquer pessoa que visitar a sua página – ou então algum link específico dela.

Print da tela de um anúncio de retargeting feito no Facebook.
Os anúncios de retargeting ficam posicionados à direta da timeline do Facebook.

Além disso, nesse tema ainda é possível excluir o público que realizou alguma compra ou que entrou em contato diretamente com a sua página.

Ou seja, somente o público que pesquisou algo, mas não comprou, terá a sua timeline impactada com promoções e novidades. É possível definir o limite de tempo e, em seguida, incluir o nome do público. Pronto, agora é só confirmar e criar a campanha.

Meça os resultados

Não esqueça de medir os resultados em tempo real, pelo próprio Gerenciador de Anúncios do Facebook, para checar se a sua campanha está com bons resultados.

E aí, o que achou da ideia de montar uma campanha de retargeting? Como comentamos, é uma maneira bastante eficiente de atrair um público especializado. Aliás, o conteúdo também é uma forma assertiva de divulgar os seus produtos e serviços, sabia? Veja aqui como fazer.

Também aprenda a fidelizar os clientes agora mesmo. Já adiantamos que um dos jeitos mais efetivos de conseguir isso é proporcionar uma ótima experiência de compra. No mais, agradecemos a leitura e te esperamos aqui, nas próximas!

Gostou deste conteúdo?

Compartilhe nas suas redes:
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio