Confira os diferentes tipos de empreendedorismo

Veja quais são os diferentes tipos de áreas de atuação, negócios e motivações para empreender.

27/11/2019 às 9:00

Os tipos de empreendedorismo variam de acordo com o perfil do empreendedor. Quem decide empreender tem em comum a capacidade de transformar oportunidades em lucro. No entanto, a razão pela qual empreendem depende da combinação de diferentes fatores. Leia este artigo e descubra os tipos de empreendedorismo existentes e qual deles é o seu.

O empreendedorismo existe por diferentes razões. Seja por oportunidade ou necessidade. Aliás, o número de empreendedores brasileiros só cresce e, em 2019, já atingiu a marca de 52 milhões de pessoas com o seu próprio negócio.

Mas engana-se quem pensa que apenas quem tem um negócio próprio, com foco em lucro, é considerado empreendedor. Existem tipos de empreendedorismo, por exemplo, que possuem como causa principal proporcionar benefícios sociais às pessoas. 

Existem diferentes tipos de empreendedorismo: descubra qual é o seu!
Existem diferentes tipos de empreendedorismo: descubra qual é o seu!

Os diferentes tipos de empreendedorismo variam de acordo com o que leva cada empreendedor a empreender. Sendo assim, a seguir vamos conhecer os principais perfis de empreendedores e o que os levam a abrir o seu próprio negócio. Para, a partir disso, entender os tipos de empreendedorismo existentes.

Desta forma, ao fim desta leitura, você será capaz de identificar que tipo de empreendedorismo combina mais com você. Ou até mesmo se descobrir um empreendedor (caso ainda não se considere um)!

1. Empreendedor individual e informal

Este tipo de empreendedorismo diz respeito à pessoas que estão começando seus próprios negócios, sem muita intenção de crescimento. Ou seja, empreendem de forma imediatista como uma maneira de sobreviver, garantindo apenas o necessário para o agora. Portanto, sem visão de longo prazo. Este tipo de empreendedorismo abrange profissionais que trabalham sozinhos ou, no máximo, com mais um funcionário.

Empreendedor individual é um dos tipos de empreendedorismo.
Empreendedor informal trabalha sozinho ou com apenas mais um funcionário.

Diferente dos informais, aqueles chamados de empreendedores individuais possuem sua condição formalizada mas, geralmente, nunca passam da modalidade MEI (Micro empreendedor individual).

Veja aqui como tirar o MEI

2. Empreendedor social

Lembra que falamos anteriormente que nem todos os tipos de empreendedorismo tem como objetivo apenas o lucro? Esse é um dos casos que explicam essa afirmação. 

Portanto, o empreendedor social está ligado às causas e necessidades da sociedade. Sendo assim, apesar de não desprezarem o lucro, ele não é essencial neste tipo de empreendedorismo.

O empreendedor social apresenta características cooperativas e pouco competitivas e suas empresas sempre possuem uma cultura muito forte. O trabalho em equipe se faz muito presente, já que o objetivo é mudar o mundo e inspirar outras pessoas a fazerem o mesmo. 

De forma geral, este tipo de empreendedorismo tem aumentado entre os jovens brasileiros e da América Latina, devido aos problemas sociais encontrados na região. Ainda na faculdade, jovens estudantes decidem resolver problemas que o poder público, por exemplo, não consegue.

 3. Empreendedor cooperado

Este tipo de empreendedorismo está relacionado a áreas culturais.
Este tipo de empreendedorismo está relacionado a áreas culturais.

O empreendedorismo cooperado tem relação direta com áreas culturais, como o artesanato. Portanto, o trabalho em equipe é fundamental e a meta é crescer até que cada um consiga se tornar independente. Com poucos recursos, esse tipo de empreendedorismo tem baixo risco, já que todos no setor tendem a ajudar na construção do negócio.

4. Empreendedor franqueado

É comum ouvirmos que franqueados não são empreendedores, já que todos os processos do negócio já estavam desenhados. No entanto, isso é um erro.

O empreendedorismo através de franquias exige muito foco e dedicação. Quem opta por esta opção de empreendedorismo, geralmente procura uma renda mensal média e retorno garantido do investimento.

Para levar o sonho à frente, sempre com o pé no chão, o franqueado conta com uma rede de profissionais especializados, já que sua disponibilidade de correr riscos para alcançar resultados é menor. 

5. Empreendedor corporativo

Também chamado de intraempreendedorismo, diz respeito aos funcionários que empreendem novos projetos nas empresas em que trabalham. Ou seja, a principal motivação neste caso é a constante busca por crescimento, através de promoções e bonificações.

Aliás, pode-se dizer que o desafio das grandes empresas atualmente é aumentar a quantidade de profissionais com esse perfil no seu quadro de colaboradores. É o famoso “espírito de dono” que tanto ouvimos falar, mas é raro de encontrar.

6. Empreendedor público

O empreendedorismo público é igual ao corporativo, mas dentro do setor governamental. Portanto, trata-se de funcionários públicos que desejam utilizar melhor os recursos disponíveis, inovando nos serviços oferecidos para a sociedade.

No entanto, o principal objetivo do empreendedorismo público é provar a nobreza e o valor do trabalho perante os cidadãos.

7. Empreendedor do conhecimento

Empreendedores do conhecimento é um dos tipos de empreendedorismo.
Empreendedores do conhecimento detém conhecimento profundo sobre determinada área.

São pessoas que detém um profundo conhecimento sobre uma área ou assunto, e precisam criar um negócio para ganhar dinheiro com isso. Aliás, os exemplos mais clássicos deste tipo de empreendedorismo são músicos, escritores e esportistas. Em suma, ao capitalizar o seu conhecimento, eles buscam, na verdade, realização profissional e reconhecimento.

8. Empreendedor do negócio próprio

Este é o tipo mais comum de empreendedorismo. Ele é visto como ‘visionário” e empreende por oportunidade. Ou seja, identifica uma demanda de mercado e cria uma maneira nova ou, no mínimo diferente, de atendê-la.

Portanto, o empreendedorismo tradicional trata-se de um estilo de vida. Até porque as pessoas que seguem esse caminho não se vêm trabalhando como empregado de alguém. Dentro deste perfil, existem ainda três tipos de empreendedores: o nato, o serial e o normal.

Os natos (vistos como verdadeiros gênios) são muito bem representados pelo Bill Gates, que criou uma única empresa pela qual ele é apaixonado, tendo uma trajetória espetacular no mundo do empreendedorismo. 

Contudo, o serial é o perfil do empreendedor que cria uma série de negócios em sequência. Ou seja, ele não é apaixonado pelas empresas criadas, mas sim pelo ato de empreender. Por fim, temos o empreendedor normal, que segue a risca seu planejamento a fim de minimizar os riscos.

Empreendedores do negócio próprio é um dos tipos de empreendimento.
Existem três tipos de empreendedores do negócio próprio.

Como escolher um tipo de empreendedorismo?

Não há como fugir do caminho do empreendedorismo caso você tenha nascido para ele. No entanto, como pudemos ver, tudo dependerá do verdadeiro motivo que te leva a querer empreender. 

Porém, seja qual for o tipo de empreendedorismo que você irá seguir, a Vivo Empresas trabalha lado a lado para tirar o seu sonho do papel.

Portanto, aproveite para ler outro artigo que fizemos sobre o que é empreendedorismo digital e quais as oportunidades da área.

Além disso, entenda a diferença entre planejamento estratégico e plano de negócio. Então, no mais, continue conosco aqui no Blog Vivo Empresas para saber todas as novidades sobre empreendedorismo.

Gostou deste conteúdo?

Compartilhe nas suas redes:
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio