O que é – e o que não é – SD-WAN

Para implementar a tecnologia da maneira mais adequada, o primeiro passo é entender o que os reais benefícios que o SD-Wan traz para a rede.

26/11/2019 às 9:00

A demanda por soluções de Software-defined Wide-area Network (SD-Wan) está aquecida. De acordo com uma pesquisa divulgada em outubro de 2019 pela Cisco, 47% das empresas globais terão adotado a tecnologia até o fim de 2021. E tudo isso para atender a um novo formato de trabalho. Ou seja, o mesmo levantamento revela que até 2025 cerca de 20% das atividades corporativas ocorrerão fora dos data centers e nuvens das empresas.

Mas como acontece com os demais hypes, a alta a busca pela tecnologia não significa, necessariamente, que o mercado saiba do que precisa. E muito menos se a solução adquirida é a ideal para sua realidade. “Muitas levam o nome, mas, efetivamente, não são soluções SD-Wan”, alerta Marco Sena, diretor de Redes Corporativas na Cisco, em entrevista ao Vivo IT Show de outubro.

De que forma o SD-Wan pode ajudar na experiência digital do seu negócio?
Entenda o que realmente é SD-Wan.

O que é o SD-Wan?

SD-Wan é a sigla, em inglês, para rede de área ampla definida por software. Ela simplifica o gerenciamento e a operação de uma Wan ao agregar inteligência à infraestrutura da rede. Graças à orquestração trazida pela camada de software, é possível centralizar a configuração e gestão do ambiente e otimizar os links de conectividade. Sejam eles MPLS, internet, 4G, etc, distribuindo a disponibilidade da rede conforme o nível de criticidade das aplicações.

“O grande benefício do SD-Wan é que ele agrega todos esses links de dados como fosse um único. Permitindo otimizar a utilização da largura de banda de maneira simples e eficiente, oferecendo uma melhor experiência aos usuários”, explica Sena.

Uma estrada

Imagine que a rede corporativa é como uma estrada. Assim como na rodovia passam todos os tipos de automóveis – caminhões, carros, motos e ônibus, por exemplo. Na rede trafegam todos os tipos de dados – vindos de mídias sociais, CRMs, ERPs, soluções de RH, visitas a websites, e-mail, etc. Sem leis de trânsito, a rodovia fica perigosa e o fluxo dos veículos fica comprometido, lento e ineficiente. Sem uma gestão adequada, a rede corporativa também. 

Sd-Wan estrada vista de cima.
O SD-Wan monitora e controla o fluxo de informações, como em uma estrada.

Por exemplo, uma indústria não consegue liberar sua frota de caminhões para as entregas. Porque o ERP – uma aplicação fundamental de gestão – está demorando a responder. E o motivo dessa lentidão é a sobrecarga da rede. Já que muitos colaboradores decidiram assistir a um streaming de vídeo – uma aplicação não prioritária – naquele exato momento. “Com o SD-Wan, se você definir que determinada aplicação é a prioridade, ela terá a melhor velocidade de conexão”, explica Sena.

Prioridades

Claro que, mesmo sem o SD-Wan – em uma infraestrutura convencional e sem a inteligência do software – já é possível estabelecer prioridades para tráfego de dados de determinadas aplicações. Mas isso ocorre por meio de um processo complexo e, além de tudo, absolutamente manual. “Você tem que configurar equipamento por equipamento para dar prioridade à aplicação principal. E hoje, as demandas de negócios mudam a cada dia, com novas aplicações e exigências. No SD-Wan, é só você alterar a prioridade nesse ponto central que a rede se autoconfigurará de acordo com a essa nova política”, diz Sena.

SD-WAN: O monitoramento constante permite a detecção imediata de problemas.
O monitoramento constante permite a detecção imediata de problemas.

Dessa forma, toda e qualquer alteração de prioridade na infraestrutura de rede é feita em um painel de controle. Via uma interface simplificada, em vez de exigir uma grande de equipe de técnicos que devem configurar as regras máquina a máquina.

A distribuição de conectividade é um importante exemplo, mas apenas um deles. O SD-Wan permite ainda que se estabeleçam políticas de segurança da informação. Além de níveis de acesso a informações por perfil de usuário e dispositivo, normas de compliance, etc.

E uma vez que a companhia estabeleceu políticas e parametrizações, elas podem ser facilmente replicáveis a novas unidade. Sejam filiais da empresa ou estandes temporários em eventos, por exemplo. “Você traz uma nova arquitetura que proporciona às empresas uma melhor gestão das aplicações”, resume Débora Bortolasi, diretora de Marketing & Produtos Digitais e Inovação da Vivo Empresas.

Veja como a tecnologia aprimora a experiência digital

O que não é SD-Wan?

“Muita gente imagina que o SD-Wan se trata de uma nova conectividade. Mas não é bem isso. Ela é uma tecnologia que otimiza recursos de conectividade, traz flexibilidade para a adição de novos serviços e aplica conceitos de escalabilidade e segurança de uma maneira mais simples”, continua Débora.

Algumas soluções são vendidas como equivalentes à tecnologia SD-WAN, ou até utilizam o nome SD-WAN. Mas o fato é que elas não entregam os mesmos benefícios.

Fique atento! Nem tudo que é vendido como SD-WAN de fato é.
Fique atento! Nem tudo que é vendido como SD-Wan de fato é.

Há soluções, por exemplo, que gerenciam links backup para ativar uma conectividade secundária quando a principal falha. Mas essas ferramentas não têm o mesmo atributo do SD-Wan. Ou seja, de centralizar os links disponíveis e utilizar aquele que oferece a melhor performance naquele momento.

Outra confusão comum diz respeito a soluções que fazem compressão de dados para melhorar ligeiramente a performance da aplicação. Portanto, não podem ser comparadas à dimensão de melhora oferecida pelo SD-Wan.

Por fim, Marco Sena ainda esclarece que o SD-Wan não significa a substituição de links MPLS por links internet. “Por mais que haja uma análise de conexão, o SD-Wan não faz essa função. Internet é sempre um meio compartilhado, e não dá pra garantir a mesma entrega de um link MPLS. Com o SD-Wan, você consegue direcionar as aplicações prioritárias para links MPLS. E as menos críticas para outras rotas de menor custo”, explica o diretor da Cisco.

Quer saber mais sobre o SD-WAN? Assista ao Vivo IT Show “SD-WAN: como ele pode te ajudar e o que fazer para o projeto não dar errado”.

Gostou deste conteúdo?

Compartilhe nas suas redes:
Veja mais sobre
GestãoSegurança de dados
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio