Banda larga ou internet dedicada? Saiba as diferenças

Entenda quais as diferenças entre conexão dedicada e compartilhada. E descubra qual a melhor opção de internet para empresas.

20/02/2019 às 17:00

Uma conexão de internet é, hoje, o pilar do mundo dos negócios, o que ficou ainda mais evidente durante a pandemia. Independentemente da área de atuação, uma companhia precisa de ferramentas, soluções e plataformas online para operar.

Ser digital deixou de ser um fator diferenciador para tornar-se mandatório. Quando se trata de um e-commerce, por exemplo, a disponibilidade do site depende muito da infraestrutura escolhida. Isso porque muitas quedas podem implicar em prejuízos, desistências e em uma imagem prejudicada no mercado.

Para evitar problemas do gênero, cabe aos gestores escolherem as soluções adequadas às suas necessidades. Daí a importância de avaliar os serviços disponíveis para optar pelo caminho correto. Neste artigo você verá justamente quais são as diferenças entre duas soluções recomendadas para o universo empresarial: banda larga e internet dedicada. Saiba também:

  • Quais são as características de cada serviço
  • Como escolher o melhor caminho
  • O tipo do serviço depende das especificidades de cada negócio

Entendendo as especificidades de cada serviço

O Gartner divulgou as tendências para 2021 e um dos destaques é justamente a necessidade de as organizações construírem interações mais móveis, virtuais e distribuídas. Ou seja, uma atuação totalmente dependente de conexões estáveis. Inclusive, a consultoria classificou essa infraestrutura como a base para uma transformação digital mais consistente.

Um relatório elaborado pela McKinsey define a conectividade como uma alavanca-chave de valor para uma empresa alcançar a maturidade tecnológica. De acordo com o estudo, somente uma rede corporativa estável e veloz é capaz de suportar essa jornada. Por isso, deve ser o ponto de partida para companhias que visam melhorar a produtividade, expandir e fazer novos negócios.

Sendo assim, é extremamente importante optar pelo serviço mais adequado à operação em questão. Nesse sentido, existem dois tipos de soluções voltadas ao universo empresarial: a internet compartilhada (banda larga convencional) e a internet dedicada (também conhecida como link dedicado). A principal distinção entre elas é a maneira como o computador se conecta ao servidor.

E quais são os caminhos?

Na banda larga convencional, a conexão é utilizada por todos os clientes do provedor. Em contrapartida, na dedicada, como o nome sugere, o uso é exclusivo do contratante.

Para facilitar a compreensão, imagine uma estrada que liga a empresa ao servidor. Essa via é utilizada por você e seus vizinhos ao mesmo tempo, podendo haver lentidão ocasional. É por isso que existe a possibilidade de haver algum tipo de instabilidade, assim como acontece no trânsito.

Porém, quando se trata de internet dedicada, a estrada é utilizada somente por uma organização. Ou seja, o tráfego estará 100% disponível para quem o contratou. 

Isso não quer dizer, entretanto, que uma opção é melhor do que a outra. Tudo depende da qualidade do serviço oferecido pelo provedor e também da tipologia do negócio. Nesse sentido, a escolha deve ser pautada, junto à equipe de TI, de acordo com as necessidades reais da companhia. Ou seja, será preciso avaliar até que ponto a conexão suporta as transações atuais.

Internet para empresas: qual caminho seguir?

Como comentamos, não há um serviço melhor do que o outro, mas sim opções mais adequadas ao seu modelo de negócio. Para apoiar o processo de escolha, destacamos, a seguir, algumas características de cada um:

Banda larga

Devido aos avanços tecnológicos, como a distribuição de internet via fibra ótica, trata-se de um serviço que garante estabilidade e rapidez para executar as tarefas necessárias ao dia a dia de trabalho. A Vivo Empresas, por exemplo, disponibiliza um endereço fixo na rede, o que facilita o acesso remoto a servidores e a conexão de diversos dispositivos ao mesmo tempo.

Sendo assim, é um caminho bastante recomendado para os tempos atuais, sobretudo às organizações que adotaram o modelo híbrido de trabalho depois da pandemia.

Uma das principais diferenças em relação à internet dedicada, entretanto, é o valor, que tende a ser mais baixo. A companhia tem ainda a possibilidade de contratar planos e pacotes com diferentes velocidades, que devem ser escolhidas de acordo com as necessidades do negócio.

Por isso, é essencial verificar analisar as demandas atuais, avaliando se usa a internet para:

  1. Desenvolver atividades online;
  2. Controlar o e-commerce;
  3. Atualizar sites;
  4. Realização de videoconferências e transmissões ao vivo;
  5. Checar e-mails e redes sociais;
  6. Fazer download e upload de arquivos leves.

LEIA MAIS:

Internet dedicada

A principal vantagem do serviço é a garantia de 100% de entrega da velocidade estabelecida em contrato (inclusive, a agilidade sempre será a mesma para download e upload). Trata-se de uma conexão simétrica, com baixa latência de rede, justamente pelo link ser utilizado apenas pela companhia contratante.

Assim como na banda larga, cabe aos gestores, juntamente com a equipe de TI, quais são as atividades realizadas e, nesse sentido, porque seria interessante seguir por esse caminho. É importante conhecer também as principais vantagens do serviço, que listamos abaixo:

  • Conexão segura, protegida por criptografia;
  • IP fixo;
  • Mesma velocidade para baixar e subir arquivos;
  • Garantia de 100% da velocidade de internet contratada.

A Vivo Empresas oferece o serviço de Internet Dedicada, que gera, periodicamente, relatórios para avaliação de desempenho da conectividade. Esse acompanhamento é importante para identificar a performance da internet.

Concluindo

Uma boa conexão de internet é fundamental para qualquer tipo de negócio, uma vez que os mesmos estão cada vez mais dependentes de recursos digitais, tais como soluções em cloud, ferramentas de colaboração e softwares de videoconferência, entre outros.

No entanto, para que os processos funcionem, é essencial escolher um serviço que atenda às necessidades da companhia. Ou seja, que suportará todos os processos inerentes ao negócio. Nesse sentido, há as opções de internet dedicada e banda larga convencional, que são eficientes, mas têm as suas diferenças.

Por isso, é essencial consultar a equipe de TI e avaliar qual caminho é mais recomendado para a fase atual da empresa, seu tamanho, atividades e entregas. Nós, da Vivo Empresas, temos um portfólio abrangente, capaz suportar a jornada de transformação digital.

Além de serviços tradicionais, como Rede Móvel, Voz Fixa e Banda Larga, oferecemos soluções completas de Conectividade, Equipamentos, Cloud, Segurança, Big Data, Ferramentas de Colaboração, TI, Gestão de Tecnologia e IoT.

Quer saber saber mais sobre a importância de uma conexão de qualidade no processo de digitalização? Leia mais sobre o tema nestes artigos que separamos para você:

Até a próxima!

Compartilhe este conteúdo!

campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio