Qual a diferença entre hub, switch e roteador?

Hub e switch conectam vários computadores dentro de uma LAN, roteador cria a conexão da rede local com a internet.

13/01/2020 às 9:00

Entenda o que são hub, switch e roteador, o que fazem e suas diferenças para, desta forma, descobrir os melhores produtos de internet para sua empresa.

A resposta mais rápida para essa pergunta foi anunciada pelo ex-desenvolvedor da Microsoft, Leo Notenboom: inteligência. Portanto, a diferença entre hub, switch e roteador está na forma com que esses equipamentos operam.

Isto é, nas limitações que apresentam e nas possibilidades que oferecem até porque, por definição, os três possuem a mesma: são hardwares utilizados para conectar computadores, dispositivos de rede e outras redes.

Imagem de um dispositivo com quatro fios conectados, dois são azuis e outros dois são amarelos.
Qual a diferença entre hub, switch e roteador? Imagem: CSO online.

Enquanto hub e switch possuem o objetivo de conectar vários computadores dentro de uma rede de área local (LAN), seja ela corporativa ou doméstica, o roteador, além de executar funções do switch, cria a conexão da rede local (LAN) com a internet (WAN) por ser capaz de identificar endereços de IP.

Assim sendo, “hubs e switches são usados ​​para criar redes e roteadores ​​para conectar redes”, conforme define o canal PowerCert. E se o fator que os diferencia está relacionado às possibilidades que eles oferecem, podemos explorá-los de forma evolutiva – hub, switch e, por último, roteador – e comparativa.

Hub ou switch?

Quando comparado ao switch, o hub é considerado um dispositivo burro, pois na função de trocar informações dentro de uma rede local, não possui a capacidade de filtrá-las, tampouco de compreender para onde elas devem ser enviadas. Ou seja, a única coisa que o aparelho sabe é que existe um dispositivo conectado em uma de suas portas.

Imagem de um Hub antigo de 8 portas da NetGear (EN108TP).

A única coisa que o hub consegue identificar é que há um dispositivo conectado em uma de suas portas. Imagem: eBay.

Ou seja, quando uma informação chega, mesmo sendo destinada a um único computador, acaba sendo enviada para os outros dispositivos conectados ao hub. Por conta disso, surgem problemas de segurança, além de um tráfego desnecessário na rede, que consome banda larga.

O switch, por sua vez, é uma evolução do hub. Ou seja, ele cumpre as funções básicas de seu antecessor, com a vantagem de que consegue identificar quais computadores estão conectados a qual porta.

Imagem de um smart Switch de 48 portas.
O switch é a evolução do hub. Imagem: Used Cisco.

Dessa forma, quando uma informação é enviado para um computador, o switch direciona-a somente para a porta de destino pretendida. “A maioria do tráfego de rede vai apenas para onde precisa, e não para todas as portas. Em redes ocupadas, isso pode tornar a rede significativamente mais rápida”, explica Notenboom.

Por conta disso, tornou-se inusitado instalações que ainda utilizam hub; quase todas, hoje, optam pelo switch. Portanto, no caso de redes pequenas, com menos de 20 computadores, é comum a utilização do “hub switch”, equipamento com um preço econômico.

“Tudo o que você precisa saber como escolher um servidor ideal”

Roteador

Já o roteador, conforme adiantamos na introdução do texto, é um dispositivo que encaminha e recebe dados de uma rede para outra, com base no endereço IP. Em uma empresa, por exemplo, terá a responsabilidade de gerenciar o acesso dos dispositivos à internet.

Sobre seu funcionamento, quando um pacote de dados é recebido, o roteador inspeciona o endereço IP. Portanto, feito isso, ele determina se a informação foi feita para sua própria rede ou se pertence a outra. Ou seja, caso pertencer a outra, ele redireciona. Mas se o destinatário estiver correto, ele recebe.

Imagem de um roteador da marca MikroTik
O roteador encaminha e recebe dados de uma rede para outra. Imagem: Go Wireless NZ

Dos três aparelhos, é o mais sofisticado e pode ser encontrado de todas as formas e tamanhos. Inclusive, é o único que pode ser adquirido em uma versão wireless, isto é, sem fio.

Roteador ou switch?

Pronto! Agora que você já entendeu qual a diferença básica entre um switch e um hub, e já compreendeu que o roteador é o mais sofisticado dos três, a pergunta que surge é a seguinte: roteador ou switch?

Portanto, a resposta depende do seu orçamento. Quer dizer, você pode adquirir os dois por um valor econômico ou apenas o roteador que, além de várias outras, executa a função do switch e, por esse motivo, é mais caro.

Aliás, falando em roteador, preparamos duas matérias sobre o assunto para você:

Além disso, no mais, siga de olho no nosso blog, para ter acesso a mais matérias como essa. Então, até a próxima!

Gostou deste conteúdo?

Compartilhe nas suas redes:
Veja mais sobre
InternetTecnologias
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio