5 dicas para inovar na gestão do agronegócio

Uma gestão inteligente, inovadora, conectada com o mercado é fundamental para seu negócio ficar ainda mais competitivo.

19/02/2020 às 9:00

O agronegócio brasileiro é importantíssimo para a economia e muito promissor – de acordo com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, ele deve crescer 3% em relação a 2019. Mas para entrar no ranking das empresas mais competitivas do setor, é preciso sair do óbvio. Por isso, saiba como inovar na gestão do agronegócio.

Inove! Essa é a orientação mais usual para quem quer crescer, se tornar referência, se modernizar. Porém, esse termo muitas vezes assusta. Será que é preciso inventar, criar novos mecanismos, ser protagonista em tudo? A resposta é: não! Basta estar antenado nas tendências, aberto para ouvir o que o mercado demanda e ter disposição para ir atrás e implementar mudanças na gestão do agronegócio.

Então, vamos por partes. Antes de mais nada, precisamos entender o que é a gestão do agronegócio. Nos dias de hoje, um gestor tem uma função administrativa que vai além e pede uma visão global. Ele precisa saber muito mais do que a parte técnica do negócio, precisa saber gerir pessoas e recursos, deve estar atento às tecnologias, equipamentos e ferramentas atuais que possibilitem o crescimento da empresa e o acompanhamento das demandas contemporâneas.

Gestão do agronegócio: uma pessoa com um tablet no meio de um campo.
Inovar no agronegócio é algo fundamental para crescer nos negócios. Foto: Freepik.

Quer um exemplo bem atual? Um gestor deve estar ciente do impacto de seu negócio no meio ambiente e do uso de pesticidas, temas em alta e que fazem toda a diferença na hora da escolha do consumidor. Assim, se informar sobre ações e ter insumos que comprovem o comprometimento da empresa com a natureza e com a saúde das pessoas.

Além disso, outra preocupação deve ser em relação aos sistemas operacionais da empresa e o uso da tecnologia a favor do negócio. Você sabia que atualmente há ferramentas aliadas que permitem a comunicação entre dispositivos como máquinas, tratores e outros equipamentos usados em grandes áreas, como no campo?

Para conseguir um bom gerenciamento, mais do que participar dos processos de produção, é preciso observar a parte operacional da empresa, ir atrás das dificuldades, pensar fora da caixa mesmo. Já ouviu dizer que onde há um problema há também uma oportunidade de inovar? É isso! Inovar na gestão do agronegócio começa com uma profunda análise do que funciona e do que precisa mudar.

Gestão do agronegócio: maquinário agrícola no meio de uma plantação.
É preciso saber usar tecnologias a favor do seu negócio no agronegócio. Foto: Unsplash.

Em primeiro lugar, faça uma análise e procure os problemas da empresa. Questione-se: os sistemas usados são eficientes, cumprem exatamente o que é preciso, trazem os dados exatos, evitam qualquer tipo de desperdício ou isso tudo poderia ser melhorado?

Como fazer uma boa gestão do agronegócio com inovação?

1. Criando novos processos

Então, vá atrás de novos mecanismos, conheça outros sistemas mais atuais, identifique os pontos fortes deles. Aí, você decide se é melhor mudar por completo ou se simplesmente é necessário atualizar e otimizar os processos já usados na sua empresa. Sendo assim, o ponto mais importante é: não fique preso a sistemas obsoletos simplesmente por comodismo.

E tenha em mente que, com certeza, a maioria das atualizações resultam em economia e melhor produtividade.

2. Use tecnologia

Esteja atento: sempre há inovação com o propósito de facilitar e melhorar a gestão do agronegócio. O mercado oferece softwares exclusivamente desenvolvidos para o agronegócio, sistemas que mantêm os dados da produção em tempo real, equipamentos que gastam menos insumos e, consequentemente, melhoram os custos da produção, e por aí vai.

Conheça o que há de novo no mercado, pesquise, faça as contas e analise se o investimento vale, mesmo que o retorno seja a longo prazo.

Gestão do agronegócio: uma pessoa segurança uma muda  um computador no meio de um campo verde.
Fique atento ao que há de novo no mercado. Foto: Divulgação.

3. Investindo em pessoas capacitadas

Nada como bons profissionais para formar um time vencedor. É importante saber contratar. O mercado de trabalho é amplo, há profissionais capacitados em diversos setores do agronegócio e você só tem a ganhar trazendo essas pessoas para o seu lado.

Outras dicas importantes em relação à gestão de equipe é incentivar cada trabalhador a agir de acordo com a ideologia da empresa, avaliá-los com frequência, dando feedbacks e orientando-os, incentivando-os, ajudando-os a se capacitarem ainda mais.

4. Ficando em contato com as novidades do setor

Informe-se sobre os eventos do agronegócio, visite feiras, escolha boas palestras, conheça as novas tecnologias, use as redes sociais, procure o que o mercado traz de novo. Desse modo, você se mantém atualizado e acompanha as mudanças, entendendo o que cabe para a sua empresa.

5. Ouvindo o mercado

Cresce a cada dia o público preocupado com a alimentação saudável. Que tal pegar esse gancho e investir em um cultivo voltado para as necessidades desse grupo que promete aumentar ainda mais? Esse é só um exemplo de que é importante estar atento ao consumidor, perceber o que ele está pedindo e se adequar às necessidades dele.

Viu só como é possível inovar na gestão do agronegócio? Aliás, já ouviu falar em Internet das Coisas (IoT)? Essa é uma boa ferramenta para o agronegócio, conheça mais aqui IoT, tire aqui suas dúvidas sobre segurança do processo. Por fim, veja como ela pode até mesmo ajudar no rastreamento da frota.

Esperamos que tenha gostado das dicas e que seu negócio tire muito proveito das nossas sugestões. Até a próxima!

Gostou da notícia?

campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio